MAIS LIDAS
VER TODOS

Política

Presidente da Enel SP: Dada magnitude do evento, recomposição do serviço foi case de sucesso

O presidente da distribuidora Enel São Paulo, Max Xavier Lins, afirmou que dada a magnitude do temporal que atingiu a área de concessão no dia 03 de novembro, causando um apagão que afetou 2,1 milhões de imóveis na região, a recomposição do serviço é "até

Ludmylla Rocha (via Agência Estado)

·
Escrito por Ludmylla Rocha (via Agência Estado)
Publicado em 14.11.2023, 18:12:00 Editado em 14.11.2023, 18:19:58
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O presidente da distribuidora Enel São Paulo, Max Xavier Lins, afirmou que dada a magnitude do temporal que atingiu a área de concessão no dia 03 de novembro, causando um apagão que afetou 2,1 milhões de imóveis na região, a recomposição do serviço é "até um

continua após publicidade
case

de sucesso, em que pese toda nossa solidariedade e entender o transtorno que isso traz". "A recomposição do evento do dia 03, dada a magnitude do evento que aconteceu, dificilmente seria mais rápida. Eu falo isso com a experiência de 38 anos, formação específica, em larga experiência em muitas empresas", afirmou Lins, durante sua participação em audiência pública da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Enel na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). Ele destacou que dentro de 24 horas mais da metade dos clientes afetados havia tido o serviço restabelecido. Os últimos clientes tiveram o serviço regularizado após uma semana. O executivo afirmou ainda que a companhia está acelerando o processo de indenizações referentes aos aparelhos elétricos danificados no apagão, retirando exigências que constam na regulação que trata do tema. "Nós, inclusive, estamos acelerando o rito e, em vez de solicitar os três laudos periciais exigimos apenas um para acelerar", disse. Em relação a indenizações quanto a alimentos perdidos e outras reparações, que não são de responsabilidade da concessionária segundo a legislação, o executivo afirmou que a empresa está "sensível" ao problema e avalia o tema junto às demais distribuidoras de energia elétrica que atuam no Estado de São Paulo, "estudando uma forma de poder atender isso sem violar a regulamentação".

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "Presidente da Enel SP: Dada magnitude do evento, recomposição do serviço foi case de sucesso"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!