MAIS LIDAS
VER TODOS

Política

Polícia Civil investigará Rubinho Nunes, vereador que tentou abrir CPI contra Júlio Lancellotti

A Polícia Civil de São Paulo investigará o vereador de São Paulo Rubinho Nunes (União Brasil), que tentou instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Municipal contra o padre Júlio Lancellotti. O inquérito apurará se Rubinho cometeu ab

Juliano Galisi (via Agência Estado)

·
Escrito por Juliano Galisi (via Agência Estado)
Publicado em 24.06.2024, 11:37:00 Editado em 24.06.2024, 11:44:20
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

A Polícia Civil de São Paulo investigará o vereador de São Paulo Rubinho Nunes (União Brasil), que tentou instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Municipal contra o padre Júlio Lancellotti. O inquérito apurará se Rubinho cometeu abuso de autoridade contra o pároco com a tentativa de instalação de uma CPI.

continua após publicidade

Em nota ao Estadão, Rubinho Nunes diz que o inquérito "é absurdo em várias camadas". "Não há qualquer abuso de autoridade, a abertura de CPI é prerrogativa legal do parlamentar, que ainda goza de imunidade constitucional de votos e opiniões", afirma.

A investigação foi aberta por determinação do Ministério Público de São Paulo, que atendeu, por sua vez, a um pedido do Instituto Padre Ticão. O vereador diz que avalia uma representação criminal contra a entidade beneficente "por denunciação caluniosa eleitoral".

continua após publicidade

CPI contra Júlio Lancellotti na Câmara de SP

Em dezembro de 2023, Rubinho Nunes propôs a instalação de uma "CPI das ONGs" na Câmara paulistana. A comissão, segundo o pedido de abertura, pretendia investigar as entidades sem fins lucrativos que recebem recursos públicos da Prefeitura de São Paulo.

Apesar de não ter o nome citado no requerimento de instauração, o próprio Rubinho Nunes afirmou que a CPI, se instalada, teria como um dos alvos o padre Júlio Lancellotti.

continua após publicidade

Em seu perfil do X (antigo Twitter), Rubinho Nunes afirmou, à época, que a CPI pretendia "esmiuçar todos os esquemas" da "máfia da miséria" que atua na região da Cracolândia, no centro da cidade de São Paulo. Segundo o vereador, "muitas ONGs e falsos padres, como o Júlio Lancellotti, ganham politicamente" com a vulnerabilidade social dos dependentes químicos.

A repercussão do pedido de CPI fez com que a instalação do órgão emperrasse no acordo de líderes da Casa. Em março, o escopo da proposta por Rubinho foi alterado para uma investigação contra abuso e assédio sexual contra pessoas vulneráveis, usuárias de drogas e em situação de rua na capital. Para que a comissão seja instalada, são necessários 28 votos entre os 55 vereadores da capital.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "Polícia Civil investigará Rubinho Nunes, vereador que tentou abrir CPI contra Júlio Lancellotti"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!