Política

Poim quer mais transparência à frente da Câmara de Apucarana

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Poim quer mais transparência à frente da Câmara de Apucarana
fonte: Tribuna do Norte
Poim quer mais transparência à frente da Câmara de Apucarana

Eleito para o seu segundo mandato na Câmara dos Vereadores de Apucarana, Franciley Preto Godoi, o Poim, assume a partir deste ano também a presidência da Casa de Leis. Do mesmo partido do prefeito Junior da Femac, o PSD, o vereador afirma que o foco de sua administração à frente do Legislativo deve ser a transparência e o respeito.

continua após publicidade

O presidente da Câmara fez questão de exaltar sua origem humilde e a trajetória que o colocou na chefia do Legislativo municipal. “É uma situação histórica. Um ex-boia-fria, um filho do Distrito do Pirapó, nascido e criado lá, conseguiu chegar até a Presidência da Câmara, com muita humildade. Tem gente que achava que isso não era possível”, afirma.

Para o biênio 2021/2022, que constitui o seu mandato à frente da Casa, ele pretende focar na transparência e no respeito. “Vamos fazer um mandato muito transparente e muito respeitoso também, junto a todos os vereadores e funcionários da Casa, envolvendo a todos com igualdade para todos. Eu quero fazer um trabalho bem transparente, um trabalho que a Casa perceba que estamos em um mandato diferente, com pessoas pensando no bem de Apucarana”, disse.

continua após publicidade

Para isso, algumas mudanças administrativas devem ser feitas. “Toda mudança é necessária quando entra um gestor novo. É normal haver alguma mudança. E é preciso fazer mudanças. Cada um tem um jeito diferente de administrar, mas nós temos que fazer as coisas com calma, devagar, não de uma vez só”, ressaltou.

Esta legislatura sofreu uma renovação de 55%, com 6 dos 11 vereadores eleitos para seus primeiros mandatos. Além disso, ao menos três vereadores se colocam como oposição ao prefeito Junior da Femac. “Temos vereadores de oposição e da situação. Isso faz parte da democracia e eu tenho que respeitar a todos igualmente, porque é uma Casa de Leis. Quanto aos vereadores novatos, todos são tratados por igual, sem diferença nenhuma. Quero encontrar todo mundo bem, tudo dentro da lei e da ética”, explicou Poim.

Quanto às comissões, Poim afirma que serão formadas no primeiro dia de fevereiro. “Já estamos nos preparando para a escolha das comissões, o que deve se dar na sessão da primeira semana de fevereiro. Acho que será tranquilo para votar as comissões, o que é importantíssimo para podermos dar andamento aos projetos que chegarem até a Casa de Leis”.

Jornal Tribuna do Norte