Política

PF prende homem suspeito de ser mandante do assassinato de Bruno e Dom

Redação (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O homem apontado como possível mandante do assassinato de Bruno Pereira e de Dom Phillips na Amazônia foi detido na noite desta quinta-feira, 7, segundo informações da superintendência da Polícia Federal (PF) em Manaus, confirmadas também por oficial da Polícia Militar no oeste do Amazonas, onde os corpos foram encontrados. O nome dele é Rubens Villar, conhecido como "Colômbia", e seria natural do Peru. Detalhes serão divulgados em entrevista coletiva em Manaus.

continua após publicidade

Na região de fronteira entre o Brasil, Peru e Colômbia, o pescador conhecido como "Pelado", morador de uma comunidade ribeirinha, confessou ter disparado contra o indigenista brasileiro e o jornalista britânico em 5 de junho, causando a morte da dupla. O caso é um dos mais emblemáticos da atual disputa por terras indígenas, garimpo ilegal, pesca ilegal para exportação e outros crimes na área. A informação sobre a prisão foi divulgada pela emissora GloboNews e confirmada pelo Estadão.