Política

Pazuello deve ser deslocado para o Programa de Parcerias de Investimentos

Da Redação ·

O governo federal estuda a possibilidade de nomear o general Eduardo Pazuello para o comando da Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). Com isso, Pazuello abriria a vaga do Ministério da Saúde para Marcelo Queiroga. A informação foi antecipada pelo Blog da Ana Flor, do G1.

continua após publicidade

Se confirmado o movimento, a decisão do governo vai gerar mais polêmica. Hoje, o órgão é chefiado por Martha Seillier, gestora de carreira e muito elogiada dentro do governo. Pazuello passa longe desse perfil, que é voltado especialmente para a área econômica. A secretaria faz parte da estrutura do Ministério da Economia, mas já foi subordinada à Casa Civil. Se a nomeação de Pazuello for confirmada, o PPI poderá mudar outra vez de endereço, passando a ficar debaixo do guarda-chuva da Secretaria-Geral da Presidência, com o ministro Onyx Lorenzoni.

O Estadão apurou que, se assumir a PPI, Pazuello preserva seu foro privilegiado, já que secretarias especiais têm essa prerrogativa. Como a atuação do general à frente do Ministério da Saúde já é investigada, o novo cargo ajudará em sua blindagem.

continua após publicidade

Com isso, Queiroga deve ser nomeado oficialmente na quarta (24) ou quinta-feira, dia 25, para o cargo para o qual foi escolhido na segunda-feira passada, 15. Não há uma definição ainda sobre o destino de Martha Seillier, se o movimento para alojar Pazuello for confirmado.