MAIS LIDAS
VER TODOS

Política

Pacheco: O que atribuo a Bolsonaro foi a incapacidade de conter sua militância

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), evitou nesta terça-feira, 14, associar o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) à realização dos atos golpistas do dia 8 de janeiro."O que atribuo a Bolsonaro foi a incapacidade de conter sua militância e adept

Giordanna Neves e Sofia Aguiar (via Agência Estado)

·
Escrito por Giordanna Neves e Sofia Aguiar (via Agência Estado)
Publicado em 14.02.2023, 19:18:00 Editado em 14.02.2023, 19:22:31
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), evitou nesta terça-feira, 14, associar o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) à realização dos atos golpistas do dia 8 de janeiro.

continua após publicidade

"O que atribuo a Bolsonaro foi a incapacidade de conter sua militância e adeptos", disse em evento promovido pelo banco BTG Pactual. "Da parte dele o que nós esperávamos seria uma responsabilidade maior de poder dizer àquelas pessoas que havia limites naquelas manifestações que descambaram em crimes muito graves", continuou Pacheco.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "Pacheco: O que atribuo a Bolsonaro foi a incapacidade de conter sua militância"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!