Mais lidas

    Política

    Política

    Pacheco: manifestei a Bolsonaro que política externa do País 'precisa melhorar'

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 26.03.2021, 13:17:00 Editado em 26.03.2021, 22:56:42
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), voltou a criticar a condução do Ministério das Relações Exteriores pelo chanceler Ernesto Araújo. Ele relatou ter manifestado ao presidente Jair Bolsonaro, que o visitou nesta sexta-feira (26) em sua residência oficial, que a política externa do País "precisa melhorar".

    Há uma crescente pressão no Congresso pela demissão de Araújo. O clima se tornou ainda mais tenso durante sessão temática na última quarta-feira (24) com questionamentos ao embaixador sobre a atuação do Itamaraty na busca por vacinas contra a covid-19.

    Não só as respostas de Araújo deixaram senadores insatisfeitos como um gesto ofensivo feito pelo assessor especial de assuntos internacionais da Presidência da República, Filipe Martins, gerou pedidos por sua retirada das dependências do Senado e foram considerados, a depender da interpretação, desde obscenos a um símbolo usado por supremacistas brancos.

    Pacheco repetiu, nesta sexta-feira, que o ato de Martins será investigado pela Polícia Legislativa. O parlamentar disse que o gesto é inaceitável, quer tenha sido fruto de brincadeira de mau gosto ou, de fato, intenções mais graves.

    O presidente do Senado também voltou a ressaltar que a decisão sobre demitir ou não Araújo cabe apenas a Jair Bolsonaro.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "Pacheco: manifestei a Bolsonaro que política externa do País 'precisa melhorar'"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.