MAIS LIDAS
VER TODOS

Política

Pacheco: Houve arrefecimento do ambiente de questionamentos ilícitos à eleição

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), avalia que houve nas últimas 48 horas "arrefecimento do ambiente de questionamentos" ao resultado das eleições, que deram vitória ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no último domingo, 30.Pache

Bruno Luiz e Iander Porcella (via Agência Estado)

·
Escrito por Bruno Luiz e Iander Porcella (via Agência Estado)
Publicado em 04.11.2022, 17:03:00 Editado em 04.11.2022, 17:07:36
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), avalia que houve nas últimas 48 horas "arrefecimento do ambiente de questionamentos" ao resultado das eleições, que deram vitória ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no último domingo, 30.

continua após publicidade

Pacheco acredita que o início da transição entre os governos, autorizado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), vai criar um ambiente de tranquilidade e pacificação até o dia da posse de Lula e do vice Geraldo Alckmin (PSB), em 1º de janeiro.

"Com a transição já em curso, autorizada pelas duas pontas, o atual e o novo governo, considero que a nossa tendência é do reconhecimento absoluto disso (resultado das eleições) e teremos um ambiente de tranquilidade até o dia da posse, que é algo absolutamente assegurado, não só por mim, mas pela sociedade brasileira", disse o presidente do Senado em entrevista à GloboNews nesta sexta-feira, 4.

continua após publicidade

"No dia 1º de janeiro de 2023, estaremos reunidos no Congresso Nacional para dar posse ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao vice-presidente Geraldo Alckmin, e eu espero que isso aconteça em um ambiente de pacificação. É nisso que eu verdadeiramente acredito", reforça Pacheco.

Após a derrota de Bolsonaro, apoiadores do presidente têm bloqueado estradas federais e feito manifestações pelo Brasil para questionar a vitória de Lula. Os protestos incluem pedidos por intervenção militar, o que é crime segundo a Constituição Federal, e ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo o mais recente boletim da Polícia Rodoviária Federal (PRF), das 15h03, havia somente 11 interdições nas estradas federais.

Pacheco defende o direito de manifestação, mas pondera que os atos vistos nos últimos dias "derivam para ilícito penal".

continua após publicidade

"Manifestações dessa natureza, que obstam direito de ir e vir, que geram caos e que têm por conteúdo manifestações antidemocráticas, de retorno da Ditadura Militar, de questionamento da Constituição e questionamento de uma eleição legitimamente feita e que venceu a maioria soberanamente através do voto, isso deriva para algo ilícito, de natureza civil, e de natureza penal", afirma.

Contatos: brunol.santos@estadao.com; iander.porcella@estadao.com

Para saber mais sobre o Broadcast Político, entre em contato com comercial.ae@estadao.com

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Política

Deixe seu comentário sobre: "Pacheco: Houve arrefecimento do ambiente de questionamentos ilícitos à eleição"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
Compartilhe! x

Inscreva-se na nossa newsletter

Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!