Mais lidas

    Política

    Política

    Pacheco: CPI pode antecipar palanque eleitoral e político para 2022

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 08.04.2021, 21:54:00 Editado em 08.04.2021, 22:00:42
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Admitindo instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que o colegiado poderá se transformar em um palanque político e antecipar a disputa eleitoral 2022. Além disso, ele criticou a decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou o início da investigação no Senado.

    "A CPI poderá exercer um papel de antecipação de discussão político-eleitoral de 2022, de palanque político, que absolutamente é inapropriado para esse momento da nação", afirmou Pacheco em coletiva de imprensa no Senado após a liminar concedida por Barroso. "Eu considero que é uma decisão equivocada e que evocará precedentes absolutamente inadequados para o momento do País."

    Destacando que o funcionamento será presencial, o presidente do Senado alertou para o risco de contaminação por covid-19 que parlamentares, servidores e a imprensa estarão sujeitos. Ele também afirmou que a comissão não poderá substituir o papel das polícias e do Ministério Público. A decisão de Barroso ainda será levada ao plenário do STF, mas, por já ser válida, Pacheco reforçou que vai cumprir o que determinou o ministro monocraticamente.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "Pacheco: CPI pode antecipar palanque eleitoral e político para 2022"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.