MAIS LIDAS
VER TODOS

Política

'Ódio, mentiras e golpismo nunca mais', afirma Barroso em ato sobre o 8 de janeiro

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta segunda-feira, 8, em ato pró-democracia que marca um ano dos ataques de 8 de janeiro, que deseja "que todos os brasileiros - liberais, progressistas e conservadores

Lavínia Kaucz, Iander Porcella, Giordanna Neves, Gabriel Hirabahasi e Sofia Aguiar (via Agência Estado)

·
Escrito por Lavínia Kaucz, Iander Porcella, Giordanna Neves, Gabriel Hirabahasi e Sofia Aguiar (via Agência Estado)
Publicado em 08.01.2024, 17:23:00 Editado em 08.01.2024, 17:25:30
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta segunda-feira, 8, em ato pró-democracia que marca um ano dos ataques de 8 de janeiro, que deseja "que todos os brasileiros - liberais, progressistas e conservadores - possam se unir em torno dos denominadores comuns da Constituição". "Ódio, mentiras e golpismo nunca mais", declarou. Barroso repetiu que o ataque não foi "fato isolado ou mero acidente de percurso, foi meticulosamente preparado". "O dia da infâmia foi precedido de anos de ataques às instituições, ofensas a seus integrantes, disseminação de ódio e mentiras", disse Barroso. "Passamos a ser mal vistos globalmente, um Brasil que deixou de ser Brasil." Apesar disso, destacou Barroso, "as instituições venceram e a democracia prevaleceu". De acordo com o ministro, a reação da sociedade e das instituições mostrou que "já superamos os ciclos do atraso" e que "já não há espaço para quarteladas ou descumprimento das regras do jogo".

continua após publicidade
Mistura entre ódio e religião

O presidente do Supremo voltou a falar que o que mais o impressionou foi a mistura entre ódio e religião nos atos golpistas. "Que desencontro espiritual pode ser esse, que não é capaz de mínima distinção entre o bem e o mal, que tipo de inspiração terá empurrado essas pessoas para uma ribanceira moral?, questionou. "A violência, intolerância e extremismo só levam à decadência e à infelicidade", prosseguiu o ministro. E declarou: "O futuro por aqui se atrasou, mas ainda está no horizonte. Que o momento de tristeza, de desalento e de destruição do dia 8 de janeiro de 2023 marque, também, o início de uma nova era."

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "'Ódio, mentiras e golpismo nunca mais', afirma Barroso em ato sobre o 8 de janeiro"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!