'O Brasil Não se resume a São Paulo', diz Leite sobre disputa no PSDB - TNOnline
Mais lidas

    Política

    Política

    'O Brasil Não se resume a São Paulo', diz Leite sobre disputa no PSDB

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 11.02.2021, 21:26:00 Editado em 11.02.2021, 21:31:44
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Alçado a pré-candidato à Presidência por uma ala do PSDB que se rebelou contra o governador João Doria (SP), o governador gaúcho, Eduardo Leite, afirmou nesta quinta-feira, 11, que "o Brasil não se resume a São Paulo". A declaração foi dada em um encontro realizado no Palácio Piratini, sede do governo do Rio Grande do Sul, com presença de 13 deputados federais e um senador - nenhum paulista.

    "O governador Doria exerce uma liderança que respeitamos, assim como o PSDB de São Paulo, que também respeitamos. Mas o Brasil não se resume a São Paulo", afirmou Leite.

    A articulação desse grupo é uma resposta à ofensiva de Doria para que a bancada do PSDB adote uma postura mais incisiva de oposição ao presidente Jair Bolsonaro e à movimentação de aliados para que o governador paulista assuma a presidência do partido em maio. "Com todas as diferenças que temos com o governo Bolsonaro, não podemos boicotar o País para ter uma facilidade eleitoral", disse Leite.

    Esse grupo de parlamentares quer que o governador gaúcho assuma protagonismo no cenário nacional. "O Eduardo Leite é aquele que mais agrada à bancada federal", disse o deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG). "Não faz sentido o PSDB ter a relatoria da Reforma da Previdência e suas lideranças criticarem sistematicamente o governo federal", afirmou Abi-Ackel, que vê Leite como pré-candidato do partido em 2022. "O brasileiro está farto desse radicalismo, deste perfil de político mais áspero. O governador tem um estilo firme e habilidoso para resolver os problemas. Ele (Eduardo Leite) pode se apresentar e se colocar como um pré-candidato à Presidência", completou.

    O deputado Cunha Lima (PB), filho do senador Cássio Cunha Lima, adotou um discurso conciliador. "Tudo que o Brasil menos precisa é de mais briga, e muito menos o PSDB precisa de mais briga."

    Questionado se era pré-candidato ao Planalto em 2022, Leite e os demais parlamentares evitarem responder. "Todos nós que estamos na política temos a intenção de ocupar espaços. Evidentemente a presidência da República é uma aspiração política. Mas ela é muito mais destino do que resultado de uma aspiração pessoal", disse. Na quarta, em entrevista à Coluna do Estadão, o governador gaúcho havia dito que é "precipitado definir candidatura, seja de quem for" para 2022.

    O senador Rodrigo Cunha (AL) ressaltou as qualidades do governador e traçou paralelos com outros políticos. "O governador Eduardo Leite não tem o perfil de querer ser herói, nem salvador da pátria, nem mito".

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "'O Brasil Não se resume a São Paulo', diz Leite sobre disputa no PSDB"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.