Política

No Twitter, Moro critica 'apoio' de Bolsonaro e Lula à Rússia, Venezuela e Cuba

Da Redação ·

O ex-ministro da Justiça e pré-candidato a presidente, Sérgio Moro (Podemos), usou o Twitter na manhã deste sábado para criticar o "apoio" ao governo russo por parte de seus principais adversários na corrida presidencial deste ano. "Venezuela, Nicarágua e Cuba apoiam a agressão russa à Ucrânia. Alinhados com estas ditaduras estão também Bolsonaro e o PT. Nós estamos do outro lado. Não apoiamos a guerra, a violência, as ditaduras e o autoritarismo. E você?", publicou o ex-juiz na rede social.

continua após publicidade

Moro se refere ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ao atual chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (PL), líderes nas pesquisas de intenção de voto ao Planalto. Bolsonaro se encontrou com Vladimir Putin em Moscou na semana passada, e chegou a declarar que era "solidário" à Rússia. Dias após a visita, o governo russo iniciou a invasão à Ucrânia.

Já a bancada de senadores do PT, partido do ex-presidente Lula, declarou apoio à Rússia em publicações no Twitter que foram apagadas após repercussão negativa.