Política

Mourão diz que "não há briga" após discordar de Bolsonaro sobre vacina

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Mourão diz que "não há briga" após discordar de Bolsonaro sobre vacina
fonte: ISAC NÓBREGA/PR
Mourão diz que "não há briga" após discordar de Bolsonaro sobre vacina

O vice-presidente Hamilton Mourão havia dito que o governo compraria a vacina Coronavac, feita pelo laboratório chinês Sinovac Biotech, junto do Instituto Butantan. Mesmo sem ter dialogado com o presidente Jair Bolsonaro, Mourão relatou que não há brigas sobre o assunto.

continua após publicidade

“Aqui não há briga e existem opiniões que, ora coincidem, ora não”, contou. O vice-presidente ressaltou sobre a segurança que espera na produção da vacina. 

“A vacina é a vacina brasileira. Qualquer vacina vai ser produzida aqui no Brasil, e o presidente vai tomar a medida que for melhor para o conjunto da população brasileira, que é responsabilidade dele. Foi isso que eu quis deixar claro porque fica essa discussão”, disse.

continua após publicidade

Em uma entrevista, o vice-presidente disse que a discussão por conta da compra da vacina chinesa era uma "briga política", entre Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria.

Mourão afirmou que o governo irá adquirir a vacina, caso aprovada, e que já alocou recurso para o Instituto Butantan, que está a frente dos estudos sobre a vacina no Brasil.