Política

Mídia internacional critica encontro entre Musk e Bolsonaro

Matheus Zúñiga (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A chegada de Elon Musk ao Brasil para conversar com o presidente Jair Bolsonaro (PL) e lançar a parceria da Tesla com a Starlink chegou ao topo dos assuntos mais discutidos no País e no mundo. Consequentemente, grandes veículos da mídia internacional comentaram sobre #BolsoMusk. Apesar da situação da Amazônia ter sido anunciada como um dos principais pontos da reunião, Bolsonaro falou bastante da aquisição de Musk do Twitter, dizendo ser um "sopro de esperança".

continua após publicidade

Tanto a Reuters quanto a Forbes deram destaque a fala em que Bolsonaro chama o empresário sul-africano de "mito da liberdade", referindo-se a como o dono da Tesla afirma que defenderá a "liberdade de expressão" no Twitter. Musk vem comentando sobre isso em várias de suas publicações mais recentes, o que animou os bolsonaristas.

A matéria da Associated Press ressaltou o aumento do desmatamento da Floresta Amazônica durante a gestão de Bolsonaro, que já foi a maior taxa em mais de uma década, segundo dados do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), crescendo 29% apenas em 2021. Durante o evento, o presidente disse que a Amazônia é "muito importante" para o Brasil.

continua após publicidade

Por fim, a Gizmodo colocou em sua manchete como "Musk completou sua transição para um supervilão" ao se encontrar com Bolsonaro, que o texto chamava de "ditador brasileiro". A matéria comentou sobre como Musk parece estar "querendo buscar elogios em qualquer lugar", devido ao recente escândalo em que se envolveu, no qual uma comissária de bordo da SpaceX alegou ter sido assediada pelo empresário.