Política

Marta Suplicy será secretária de Bruno Covas na Prefeitura de SP

Da Redação ·

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou nesta terça-feira, 22, a indicação da ex-prefeita e ex-senadora Marta Suplicy, ex-MDB e ex-PT, para a composição de seu secretariado. Marta será a secretária municipal de Relações Internacionais do tucano, para quem fez campanha na eleição deste ano.

continua após publicidade

Auxiliares de Covas e a ex-prefeita vinham em tratativas desde o fim de semana, mas faltava um diálogo direto entre os dois. A Secretaria de Relações Internacionais é responsável por articular o diálogo institucional da capital com governos estrangeiros. Além de prefeita e senadora, Marta foi ministra do Turismo no governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

Com a confirmação, o governo terá, pela primeira vez, dois sobrenomes da antiga e longeva polarização política que se alternou no poder na cidade, PT e PSDB. Suplicy, que Marta herdou do ex-marido, vereador Eduardo Suplicy (ainda no partido e parlamentar mais votado do País neste ano), e Covas, que o prefeito herdou do avô, ex-governador Mário Covas, um dos mais venerados tucanos da história da legenda.

continua após publicidade

Marta, que ainda é lembrada na periferia por sua passagem na Prefeitura, percorreu bairros da cidade ao lado de Covas durante a campanha e ajudou o prefeito eleito a buscar votos entre a população de baixa renda. Tanto no primeiro quanto no segundo turno, o tucano acompanhou a ex-prefeita no dia da votação, gesto que repetiu também com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e com o governador João Doria.

O prefeito anunciou ainda mais dois nomes, que são de atuais secretários que permanecerão em seus postos. César Azevedo, secretário municipal de Licenciamentos, é advogado e já havia sido chefe de gabinete do prefeito. Já Juan Quirós, secretário de Inovação e Tecnologia, foi presidente das agências estadual e municipal de fomento ao empreendedorismo (InvesteSP e SPNegócios, respectivamente).

Com essas indicações, são seis os secretários já confirmados no próximo governo. Os postos-chave, Saúde, Educação e Transportes, ainda seguem em negociações.

continua após publicidade

Nesta terça, na Câmara Municipal, os vereadores da base governista aprovaram um projeto de lei que, entre outros temas, tratou de criar uma autorização para que o prefeito da cidade tenha autonomia para criar ou extinguir secretarias municipais sem a necessidade de aprovação do Poder Legislativo, desde que a ação não resulte na criação de novos cargos. Assim, Covas poderá alterar por iniciativa própria a composição da estrutura administrativa da cidade, contanto que a cada cargo criado, outro equivalente seja extinto.

A iniciativa tenta garantir que o prefeito, que negocia a composição de sua equipe com os dez partidos que se coligaram para elegê-lo, possa criar novas secretarias sem correr o risco de que seus atos sejam questionados. Na passagem de João Doria (PSDB) pela Prefeitura, em 2017, ele promoveu por decreto a criação e extinção de uma série de secretarias municipais, mas teve de reverter as medidas após questionamentos judiciais e enviar à Câmara um projeto de lei consolidando as alterações que propôs.

Veja a lista de confirmados no governo de Bruno Covas:

continua após publicidade

Eunice Prudente - secretária de Justiça

Rubens Rizek Jr - secretário de Governo

continua após publicidade

Guilherme Bueno de Camargo - secretário da Fazenda

Marta Suplicy - secretária de Relações Internacionais

César Azevedo - secretário de Urbanismo e Licenciamento.

Juan Quirós - secretário de Inovação e Tecnologia