Política

Lula sobre suposto pedido de Bolsonaro a Biden: 'Seria se humilhar demais'

Matheus de Souza, Eduardo Gayer e Giordanna Neves (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) comentou o suposto pedido do presidente Jair Bolsonaro (PL) para o presidente americano Joe Biden. Segundo a Bloomberg, durante reunião reservada com o presidente americano, Bolsonaro pediu ajuda para vencer as eleições em outubro. "Eu, por Deus do céu, não acredito que seja verdade, porque isso seria humilhar demais" disse Lula sobre a notícia.

continua após publicidade

O ex-presidente também criticou a participação de Bolsonaro na Cúpula das Américas. "Uma cúpula fracassada", afirmou.

Lula destacou ainda a oferta de ajuda de Biden para proteção da Amazônia, que consistia na doação de US$ 12 milhões para serem divididos entre Brasil, Colômbia e Peru. "Eu não sei se ele estava zombando do Bolsonaro", ironizou Lula, apontando o valor irrisório.

continua após publicidade

"Alguém só pode ter falado em US$ 12 milhões, porque não levou a sério Bolsonaro", completou, durante entrevista para a rádio Vitoriosa, de Uberlândia.

Lula afirmou também que continuam bloqueadas as contribuições bilionárias de países europeus ao Fundo Amazônia, mecanismo que recebia doações estrangeiras para financiar ações de proteção da floresta. O ingresso de novos recursos foi bloqueado no primeiro ano do governo Bolsonaro por causa da destruição acelerada do bioma.

Nesta terça-feira, 14, Bolsonaro apontou uma espécie de desequilíbrio nas críticas feitas a ele, em relação às feitas a Biden, com quem teve uma reunião bilateral na semana passada. O chefe do Executivo citou que o líder da Casa Branca disse querer ajudar o Brasil na preservação da Amazônia, mas reconheceu a existência de desmatamento nos Estados Unidos. "Eu não vou falar para ele (Biden) 'a Califórnia já pegou fogo'. Quando pega fogo em um pedaço do Pantanal, o mundo cai na minha cabeça", reclamou Bolsonaro.