Política

Lula reforça aliança com PSB em Pernambuco e visita réplica de casa onde nasceu

Manoela Bonaldo (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

No primeiro ato político de seu giro por Pernambuco, nesta quarta-feira, 20, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou em discurso que tem candidato ao governo e este é Danilo Cabral, do PSB. A declaração reforça a aliança entre PT e PSB no Estado, onde a deputada federal Marília Arraes rompeu com os petistas e se filiou ao Solidariedade para também concorrer ao governo. Ambos mantém boa relação, e Marília já manifestou seu apoio a Lula, mas a declaração do petista é simbólica diante das disputas locais.

continua após publicidade

De manhã, Lula visitou a réplica da casa de sua mãe, dona Lindu, onde nasceu e viveu até os sete anos, no município de Caetés (PE). Foi desta região que a família do petista saiu para fugir da fome rumo a São Paulo.

Embora a residência original não exista mais, a obra de construção da réplica foi iniciada em maio de 2021 como forma de homenagem do Partido dos Trabalhadores de Pernambuco ao pré-candidato a presidente. Outra réplica havia sido construída no início dos anos 2000, mas não resistiu a ação do tempo.

continua após publicidade

Na visita de hoje, Lula conversou com familiares que ainda vivem no município e plantou um pé de Mulungu no terreno em frente à casa, árvore que remete a seus tempos de criança.

Acompanhado do ex-governador Geraldo Alckmin, Lula seguiu para Garanhuns, onde participou do ato político de apoio a Cabral. No acordo entre as siglas, a petista Teresa Leitão será candidata ao Senado. Até amanhã, Lula deverá comparecer ainda a atos políticos em Serra Talhada e na capital, Recife.