Política

Lula escolhe Augusto Fonseca como marqueteiro para a eleição

Da Redação ·

A campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República para rádio e TV, em 2022, será coordenada pelo marqueteiro político Augusto Fonseca, da MPB Estratégia & Criação. A agência venceu outras três propostas que haviam sido apresentadas ao PT e consideradas igualmente "muito boas". Esta será a primeira campanha de rádio e TV que Augusto Fonseca vai comandar para o partido. A MPB Estratégia & Criação venceu a concorrência das agências Leiaute, Corbellini e do publicitário Paulo de Tarso.

continua após publicidade

A informação sobre o nome do marqueteiro que trabalhará na campanha de Lula foi revelada pelo jornal O Globo nesta terça-feira, 1º, e confirmada pelo Estadão. Augusto Fonseca foi escolhido por Lula, pelo coordenador da comunicação da pré-campanha, Franklin Martins, e pela presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

Franklin Martins, que é jornalista e ex-ministro da Secretaria de Comunicação Social (governo Lula, entre 2007 e 2010), continuará como chefe geral da comunicação do ex-presidente. Dentre diferentes tarefas, cabe a ele, por exemplo, montar as estratégias das redes sociais do ex-presidente.

continua após publicidade

Augusto Fonseca já trabalhou nas campanhas do deputado Aécio Neves (PSDB) à Presidência, em 2014, e de Ciro Gomes (PDT) ao Planalto em 2018. Ele vai dirigir os programas de rádio e TV de Lula, mas não atuará como um "super marqueteiro". O PT decidiu, no ano passado, não investir nessa figura, como fez nas campanhas presidenciais do partido de 2002 a 2014, quando contou com Duda Mendonça e João Santana.

Ex-marqueteiro de Lula e da ex-presidente Dilma Rousseff ao Planalto, Santana fará a campanha de Ciro Gomes (PDT) neste ano. O pré-candidato do Podemos à Presidência, Sérgio Moro, escolheu o publicitário Pablo Nobel para comandar a equipe de marketing de sua campanha. Nobel começou a trabalhar com o ex-ministro da Justiça e ex-juiz da Lava Jato nesta segunda-feira, 31. O presidente Jair Bolsonaro ainda não bateu o martelo sobre o marqueteiro de sua campanha.