MAIS LIDAS
VER TODOS

Política

Lula: Ação do governo por terras não invalida a luta pela reforma agrária

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira, 15, que ações do governo em prol da reforma agrária "não invalidam a luta" dos movimentos relacionados à pauta. Lula falou no Palácio do Planalto, em cerimônia de lançamento do programa Ter

Caio Spechoto (via Agência Estado)

·
Escrito por Caio Spechoto (via Agência Estado)
Publicado em 15.04.2024, 18:17:00 Editado em 15.04.2024, 18:23:43
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira, 15, que ações do governo em prol da reforma agrária "não invalidam a luta" dos movimentos relacionados à pauta. Lula falou no Palácio do Planalto, em cerimônia de lançamento do programa Terra da Gente, voltado à reforma agrária.

continua após publicidade

O petista disse que a ideia do governo é mostrar o que pode ser usado para a reforma agrária "sem muita briga". O programa Terra da Gente mapeia terras passíveis de uso para a reforma agrária e as categoriza.

O anúncio do programa vem em um momento de pressão por reforma agrária. Há 24 áreas invadidas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em 11 Estados. É o que o movimento chama de "Abril Vermelho", época do ano em que reforça suas atividades. O MST era um dos movimentos presentes na solenidade.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "Lula: Ação do governo por terras não invalida a luta pela reforma agrária"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!