Política

Justiça manda Marília Arraes retirar posts de 'lulômetro' e encontro com petista

Augusto Tenório, especial para o Estadão (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A Justiça Eleitoral determinou, por meio de liminar, a remoção de duas postagens em redes sociais da pré-candidata ao governo de Pernambuco Marília Arraes (Solidariedade), que ligam a candidata ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tem como candidato oficial o deputado Danilo Cabral (PSB). O pedido, porém, foi feito pelo União Brasil, que tem como candidato Miguel Coelho ao Palácio do Campo das Princesas.

continua após publicidade

Em das postagens removidas é um vídeo de Marília com Lula e o vice na chapa presidencial do petista, Geraldo Alckmin (PSB), em Brasília, no encontro com parlamentares no dia 13 de julho. O outro é uma imagem do "lulômetro", um artifício criado por Marília para indicar em qual candidato ao governo de Pernambuco o eleitor de Lula vota. Na imagem, Coelho, ex-prefeito de Petrolina e filho de Fernando Bezerra Coelho (MDB), que foi líder do governo Jair Bolsonaro (PL) no Senado, aparecia empatado com Cabral na associação ao petista.

"A origem da representação (judicial) nos surpreende. Mas isso é típico de quem está pendurado até o pescoço no governo Bolsonaro, não assume claramente que quer a continuidade do autoritarismo, e está em campanha para atrapalhar Lula em Pernambuco. Estão perdendo tempo à toa, porque o povo de Lula é Marília", diz a campanha da pré-candidata, em nota enviada ao Estadão.

continua após publicidade

Aliados da pré-candidata dizem que a ação de Coelho é uma resposta à recente ofensiva dela no Sertão de Pernambuco. No Sertão do Pajeú, esse avanço é encabeçado por Sebastião Oliveira (Avante), escolhido em junho para ser o vice de Marília. No Sertão do São Francisco, Júlio Lóssio (PSD) coordena a campanha de Marília. Ele, além de suplente na pré-candidatura de André de Paula ao Senado, é ex-prefeito de Petrolina e adversário antigo de Coelho, que deixou o comando da cidade em março último.

Dados da última pesquisa eleitoral Conectar, divulgada no dia 12 de julho, apontam que Coelho tem 36% de intenção de voto no Sertão. No índice geral, o ex-prefeito de Petrolina fica em terceiro lugar, com 11% de intenção de voto. Marília, que lidera a corrida com 30%, tem 29% na região do São Francisco.