Política

Janones admite que Marinho foi um dos responsáveis por vitória de Bolsonaro

Da Redação ·

O deputado federal e pré-candidato à Presidência André Janones (Avante), afirmou nesta quinta-feira, 31, durante o Broadcast Live, que o empresário Paulo Marinho, que entrou recentemente na sua pré-campanha presidencial, é "indiscutivelmente um dos grandes responsáveis pela vitória de Bolsonaro", mas reconhece os danos que o presidente gera ao País. "Ele entende que tem uma dívida com a democracia brasileira", disse.

continua após publicidade

Aliado de primeira hora de Jair Bolsonaro em 2018 e hoje desafeto do presidente, Marinho mudou seu domicílio eleitoral do Rio de Janeiro para São Paulo, se desfiliou do PSDB e entrou de cabeça na pré-campanha presidencial de Janones após ensaiar uma aliança com Sérgio Moro (Podemos). O empresário tem ajudado o deputado a dialogar com a classe empresarial.

Questionado sobre a possibilidade de formar alianças para a disputa ao Planalto, Janones diz que pretende se aproximar de grupos políticos "depois que tiver consolidado com a parcela da população brasileira que vai dar musculatura para arrancar até o segundo turno".

continua após publicidade

Caso consiga chegar até o segundo turno, o deputado afirma que "todos os apoios das pessoas que têm compromisso com a democracia serão bem-vindos", inclusive de políticos com posicionamentos divergentes - com exceção do presidente Jair Bolsonaro (PL) que, segundo ele, "é um inimigo da democracia".

Se eleito, o deputado disse que irá propor "uma reforma política profunda". Janones defendeu o Fundo Eleitoral como ferramenta para democratizar o acesso à política e, ainda, uma reforma tributária que ponha fim à desigualdade social e que proponha um programa de distribuição de renda amplo.