Política

Gleisi elogia Paulinho da Força após dirigente cancelar ato para apoiar Lula

Da Redação ·

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, foi neste sábado (16) às redes sociais para elogiar o presidente do Solidariedade, Paulinho da Força. A manifestação ocorreu um dia após o dirigente cancelar um ato no qual declararia apoio oficial à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Palácio do Planalto, depois de ter sido vaiado em um encontro do petista com sindicalistas e militantes na última quinta-feira, 14.

continua após publicidade

"O Solidariedade e o companheiro Paulinho da Força são muito importantes na nossa frente pela democracia e pela reconstrução do Brasil", escreveu a deputada no Twitter. "O adversário dos trabalhadores(as) é Bolsonaro, é Paulo Guedes e sua política neoliberal que destrói o País. A hora é de unidade pelo Brasil."

Paulinho cancelou nesta sexta-feira, 15, um ato que havia marcado para 3 de maio, quando anunciaria apoio oficial à pré-candidatura de Lula, após ter sido vaiado em um encontro do ex-presidente Lula com representantes das principais centrais sindicais do País na última quinta-feira.

continua após publicidade

Na sexta pela manhã, Paulinho havia enviado uma mensagem a Gleisi, na qual expressou incômodo com a situação e informou ter suspendido o ato.

O Solidariedade é um dos poucos partidos de centro dispostos a apoiar Lula já no primeiro turno da eleição. O grupo formado por União Brasil, MDB, PSDB e Cidadania, por exemplo, fechou um acordo para anunciar em 18 de maio um candidato único da terceira via ao Palácio do Planalto. O objetivo é acabar com a polarização entre o petista e Bolsonaro, que lideram as pesquisas de intenção de voto - Lula aparece na frente, mas o presidente tem recuperado terreno.