Política

Ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta lamenta morte de Bruno Covas

Da Redação ·

O ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta lamentou neste domingo, por meio do Twitter, a morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB).

continua após publicidade

"Tristeza, Bruno Covas, meu colega de legislatura, homem público de valores, íntegro. Lutou o bom combate. Que possa descansar em paz após essa batalha. E que Deus conforte o coração dos familiares e amigos", escreveu.

Covas morreu aos 41 anos. Ele lutava desde novembro de 2019 contra um câncer que, inicialmente, atingiu o trato digestivo.

continua após publicidade

Nas últimas semanas, exames detectaram novos tumores no fígado, na estrutura da bacia e na coluna vertebral, agravando o seu quadro a ponto de a equipe médica do Hospital Sírio Libanês decretar a irreversibilidade do seu estado de saúde.