Política

Em Fortaleza, Bolsonaro endossa vaias ao STF e pede apoio a aliados

Izael Pereira (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O presidente Jair Bolsonaro endossou vaias de apoiadores ao Supremo Tribunal Federal (STF) ontem em Fortaleza, durante o evento Marcha Para Jesus, e pediu apoio a aliados políticos. "Essa é a voz do povo, a voz do povo é a voz de Deus", disse o presidente após seus apoiadores vaiarem uma fala na qual ele citava a Suprema Corte.

continua após publicidade

O presidente disse que os problemas enfrentados por seu governo vêm de décadas, mas "hoje vocês sabem o que é a Câmara dos Deputados, o que é o Senado federal, o que é o Poder Executivo, e sabem também o que é o Supremo Tribunal Federal".

O presidente também pediu apoio à pré-candidatura ao governo do Ceará do deputado federal licenciado Capitão Wagner (União Brasil). "Se o Brasil tem problema, chama o capitão. Se o Ceará tem problema, chama o capitão", disse. O bolsonarista Alex Ceará, pré-candidato a deputado estadual, também recebeu o aval do presidente durante o evento com evangélicos. Outros políticos apoiadores foram citados diante de uma multidão.

continua após publicidade

Aos evangélicos, Bolsonaro voltou a citar a facada sofrida em Juiz de Fora (MG), durante a campanha de 2018, e disse que sobreviveu pela proteção de Deus. "Isso não é sorte, isso é a mão de Deus". Ainda segundo o presidente, a sua permanência no governo se deve à benção divina. "A minha permanência, a minha existência não seria possível sem a mão de Deus", disse.

O presidente também exaltou as ações de seu governo para ajudar na recuperação da economia após a pandemia do coronavírus. "Criamos programas para que não perdemos empregos no Brasil. Hoje vocês veem a economia reagindo, passamos agora há pouco da 13ª para a 10ª economia do mundo".

Em referência ao projeto de lei que estabeleceu um teto de 18% para os combustíveis, energia, telecomunicações e transporte, o presidente ressaltou que junto com o Congresso, fez sua parte para possibilitar a redução do preço dos combustíveis.

continua após publicidade

Essa foi a primeira vez que o presidente participou do evento na cidade. Também estiveram em Fortaleza a deputada Carla Zambelli (PL-SP), o ex-ministro da Saúde Marcelo Queiroga, e o pré-candidato ao governo cearense, Capitão Wagner (União Brasil).

Às vésperas da eleição e em desvantagem nas pesquisas de intenção de voto, Bolsonaro se dedica a agendas pelo Nordeste para tentar melhorar seu desempenho nas sondagens eleitorais. Pela manhã, o presidente esteve em Natal, no Rio Grande do Norte, onde participou de uma missa.