Política

Em Belém, candidato da esquerda enfrenta apoio religioso

Da Redação ·

O eleitor de Belém tem dois projetos distintos para escolher no segundo turno. Edmilson Rodrigues (PSOL) reuniu partidos de esquerda em torno de sua aliança e Delegado Eguchi (Patriota) está alinhado a lideranças religiosas mais conservadoras e ao presidente Jair Bolsonaro.

continua após publicidade

Ex-prefeito por dois mandatos, quando era do PT, Edmilson é um dos dois políticos do PSOL que disputam segundo turno em capitais.

Eguchi nunca ocupou um cargo eletivo, inicialmente tinha menos de 10 segundos na TV e abriu mão do fundo partidário. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.