MAIS LIDAS
VER TODOS

Política

Doria diz que não tem 'dificuldade de se arrepender e reconhecer erros do passado'

Depois de uma sequência de encontros com antigos desafetos, o ex-governador de São Paulo João Doria afirmou que nunca teve "dificuldade em ter arrependimentos", em vídeo divulgado na quarta-feira, 20, nas suas redes sociais. "Não há nada de mau em você re

Alex Braga (via Agência Estado)

·
Escrito por Alex Braga (via Agência Estado)
Publicado em 21.12.2023, 12:26:00 Editado em 21.12.2023, 12:32:02
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

Depois de uma sequência de encontros com antigos desafetos, o ex-governador de São Paulo João Doria afirmou que nunca teve "dificuldade em ter arrependimentos", em vídeo divulgado na quarta-feira, 20, nas suas redes sociais. "Não há nada de mau em você reconhecer que errou, em você se arrepender do que fez ou do que não fez ou do que falou. E é muito melhor você poder expressar isso", disse o executivo que voltou a comandar o grupo empresarial Lide, após abandonar a carreira política.

continua após publicidade

Um dos visíveis sinais de mudança de postura de Doria é a sua relação com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Quando estava na política, Doria criticou duramente o petista, e chegou a chamá-lo de "maior cara de pau do Brasil". Porém, neste ano, ele tem buscado fazer as pazes com nomes do atual governo e considera o chefe do Executivo um "pacificador".

Recentemente, o ex-tucano teve um encontro com o ministro da Secretaria da Comunicação (Secom), Paulo Pimenta. Além disso, ele também postou nas redes sociais uma reunião com o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, em sua casa. Na postagem, Dória afirmou que Alckmin tem "grandeza, capacidade e bom sentimento".

continua após publicidade

Alckmin foi o grande incentivador da candidatura de Doria à Prefeitura de São Paulo em 2016. Mas em 2018, a relação azedou devido o apoio de Doria à candidatura de Jair Bolsonaro à presidência da República já no primeiro turno. Na ocasião, Alckmin chegou a dizer que não era traidor.

No fim do registro, Dória afirma que o arrependimento o ajuda a experimentar "uma nova etapa da sua vida, um novo momento de sua existência". E, também, de "não errar novamente".

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "Doria diz que não tem 'dificuldade de se arrepender e reconhecer erros do passado'"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!