Política

Datafolha: para 78%, voto em Lula é definitivo; 75% não mudarão voto em Bolsonaro

Redação (via Agência Estado) · GoogleNews

Siga o TNOnline
no Google News

Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira, 27, mostra que os eleitores que estão totalmente decididos sobre em quem votar para a Presidência da República em outubro são maioria, e a margem dos dispostos a considerar outras opções vem diminuindo. Enquanto 69% dos entrevistados não admitem mudar sua escolha, 30% ainda avaliam outros nomes. No levantamento anterior, em março, a proporção estava em 67% ante 32%.

continua após publicidade

Neste grupo, os entrevistados que votam no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) são os mais decididos - 78% dizem que não mudariam o voto. Já o eleitorado do presidente Jair Bolsonaro (PL) é o segundo mais consolidado: 75% não cogitam trocar de candidato.

Os eleitores do pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, porém, estão mais indecisos: 63% deles dizem que podem migrar para outro nome. Se isso acontecer, a vantagem é do petista. Quatro em cada dez entrevistados que dizem votar em Ciro têm Lula como segunda opção de voto, enquanto apenas 10% dizem que ainda consideram votar em Bolsonaro como segunda opção.

continua após publicidade

Por outro lado, Ciro é o que mais pode roubar votos de Lula. Entre os apoiadores do ex-presidente, 31% podem migrar para o pré-candidato do PDT, ante 16% que escolheriam Bolsonaro.

O ex-ministro é também o mais lembrado como plano B, com 20% dos eleitores dizendo que ainda podem escolhê-lo. Lula vem na segundo colocação, com 17%. Bolsonaro só aparece em quarto lugar como a segunda opção mais lembrada, com 12%, já que 14% dizem que se não votarem no candidato preferido, migram para o voto branco ou nulo.

Eleitores de João Doria

continua após publicidade

Os antigos eleitores do tucano João Doria, que desistiu da disputa nesta semana, agora devem migrar para Lula ou Ciro, mostra a pesquisa Datafolha. Sem seu candidato na disputa, 29% dos entrevistados que iam votar no PSDB tinham Lula como segunda opção de voto, 27% escolhiam Ciro e apenas 12% afirmaram que migrariam para Bolsonaro.

A pesquisa foi feita com 2.556 eleitores acima dos 16 anos em 181 cidades de todo o País entre quarta-feira, 25, e quinta-feira, 26. A margem de erro é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-05166/2022.