Política

Daniel Silveira se recusa a usar tornozeleira, diz Oficial

A Oficial de Justiça informou ao STF que o deputado recusa o equipamento devido a graça constitucional concedida por Bolsonaro

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Daniel Silveira se recusa a usar tornozeleira, diz Oficial
fonte: Câmara dos Deputados

A oficial de Justiça responsável por intimar o deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) relatou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o parlamentar se recusou a receber a notificação, que determina sua apresentação para instalação de nova tornozeleira eletrônica.

continua após publicidade

A servidora narrou que Silveira foi abordado nas dependências da Câmara dos Deputados. No entanto, não quis assinar o mandato e disse que não usaria o equipamento de monitoramento, em razão de ter recebido graça constitucional concedida pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

Em primeiro momento, a oficial de Justiça procurou pelo deputado em seu gabinete, sem sucesso. Na ocasião, ela teria sido informada por uma funcionária de que o parlamentar não estava na sala e que estaria em uma das comissões das quais é membro titular.

continua após publicidade

A servidora diz ter o localizado no Anexo I, das Comissões e adjacências. “Ao encontrá-lo e me identificar como oficial de Justiça do STF – ele se recusou a receber o mandado e ainda afirmou que ‘não vai mais usar tornozeleira, pois está cumprindo o decreto do Presidente da República’. Devolvo o presente mandado, submetendo esta certidão à apreciação superior”, defende na manifestação.


Fonte: Metrópoles.