MAIS LIDAS
VER TODOS

Política

Com afagos de Lula, governador de SP ouve 'volta para o PT, Tarcísio' e dá gargalhadas

O governador de São Paulo Tarcísio de Freitas (Republicanos) recebeu um pedido inusitado nesta sexta-feira, 2, em cerimônia de comemoração aos 132 anos do Porto de Santos. "Volta para o PT, Tarcísio", gritou um homem entre o público que acompanhava a sole

Juliano Galisi (via Agência Estado)

·
Escrito por Juliano Galisi (via Agência Estado)
Publicado em 02.02.2024, 14:58:00 Editado em 02.02.2024, 15:02:10
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O governador de São Paulo Tarcísio de Freitas (Republicanos) recebeu um pedido inusitado nesta sexta-feira, 2, em cerimônia de comemoração aos 132 anos do Porto de Santos. "Volta para o PT, Tarcísio", gritou um homem entre o público que acompanhava a solenidade. O aliado do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) não conteve a gargalhada.

continua após publicidade

Além de celebrar o aniversário do Porto de Santos, o evento também marcou a assinatura de um termo de cooperação técnica para a execução de obras de um túnel que ligará Santos ao Guarujá. A intervenção ocorreu durante o discurso de Luiz Inácio Lula da Silva, no momento em que o presidente relembrava o passado do chefe do Executivo paulista durante as gestões petistas.

Tarcísio já integrou governo do PT

continua após publicidade

Tarcísio nunca foi filiado ao Partido dos Trabalhadores, mas já integrou a gestão de Dilma Rousseff. No governo da petista, ele foi nomeado para a cúpula do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Além de relembrar a passagem de Tarcísio pelo Dnit, Lula afirmou que, em seu primeiro mandato, entre 2003 e 2006, havia conhecido Tarcísio quando o então engenheiro do Exército se envolvia nas obras do gasoduto Coari-Manaus.

O presidente, em seguida, disse que "estranhou" a aproximação de Tarcísio com o ex-presidente Jair Bolsonaro, do qual integrou o primeiro escalão, como ministro da Infraestrutura. "Estranhei vendo ele trabalhar com o Bolsonaro. Mas, paciência, é opção dele", disse.

Tarcísio é um dos nomes cotados para disputar a Presidência em 2026 - Bolsonaro, padrinho político do governador, está inelegível. "Vou me preparar para te derrotar nas próximas eleições, mas, da minha parte, não faltará respeito ao papel que você exerce em São Paulo. Eu e o (Geraldo) Alckmin éramos adversários, mas estamos casadinhos agora", brincou Lula sobre o atual vice-presidente.

continua após publicidade

Clima amistoso

Lula e Tarcísio chegaram a um acordo para a execução das obras do túnel e, na cerimônia desta sexta-feira, demonstraram sinais mútuos de convivência amistosa. Ao subir no púlpito, o governador chegou a ser vaiado, mas Lula, que discursou em seguida, defendeu o chefe do Executivo paulista.

O petista disse que Tarcísio "merece ser tratado com muito respeito" e que, diante de uma derrota nas urnas, como a do ministro da Fazenda Fernando Haddad contra Tarcísio, pelo governo paulista, em 2022, restava acatar o resultado eleitoral.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "Com afagos de Lula, governador de SP ouve 'volta para o PT, Tarcísio' e dá gargalhadas"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!