China ignora pedidos por troca de embaixador no Brasil - TNOnline
Mais lidas

    Política

    Relações Exteriores

    China ignora pedidos por troca de embaixador no Brasil

    China ignora pedidos por troca de embaixador no Brasil
    Foto por Reprodução
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 15.02.2021, 15:06:35 Editado em 15.02.2021, 15:07:07
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O governo Jair Bolsonaro pediu ao governo chinês em duas ocasiões a troca de seu embaixador no Brasil, Yang Wanming, por causa de algumas desavenças entre o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o diplomata, após agressões verbais do parlamentar ao país asiático. Pequim ignorou os pedidos.

     Convencido pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, Jair Bolsonaro pediu no ano passado ao governo chinês a troca de seu embaixador no Brasil, Yang Wanming. A informação foi publicada pelo jornal Folha de S.Paulo. O governo chinês ignorou os pedidos e já sinalizou que manterá o embaixador. 

    A solicitação foi feita em abril e reiterada em novembro por causa de algumas desavenças entre o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o diplomata, após agressões verbais do parlamentar ao país asiático. 

    Em março de 2020, o filho de Jair Bolsonaro publicou um texto comparando a pandemia da Covid-19 ao acidente nuclear de Tchernóbil (1986) e afirmou que o regime chinês tinha responsabilidade pela disseminação da doença.

    "Substitua a usina nuclear pelo coronavírus e a ditadura soviética pela chinesa. Mais uma vez uma ditadura preferiu esconder algo grave a expor tendo desgaste, mas que salvaria inúmeras vidas", escreveu o deputado na época.

    Yang classificou a fala de Eduardo como um "insulto maléfico" e o perfil oficial da embaixada veiculou uma publicação acusando o deputado de ter contraído um "vírus mental".

    Em mais um novo ataque em novembro, o deputado afirmou que o governo brasileiro declarou apoio a uma "aliança global para um 5G seguro, sem espionagem da China".

    Em nota, a embaixada disse que a declaração foi "totalmente inaceitável para o lado chinês e manifestamos forte insatisfação e veemente repúdio a esse comportamento". 

    Com informações de: Poder360 

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "China ignora pedidos por troca de embaixador no Brasil"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.