MAIS LIDAS
VER TODOS

Política

Cármen, única Mulher no STF: 'Continuamos em desvalor profissional, social e econômico'

Única mulher entre os onze integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF), a ministra Cármen Lúcia pediu nesta quinta-feira, 7, véspera do Dia Internacional da Mulher, maior igualdade de gênero no Poder Judiciário."Queremos mais", afirmou a ministra inaugu

Rayssa Motta (via Agência Estado)

·
Escrito por Rayssa Motta (via Agência Estado)
Publicado em 07.03.2024, 21:58:00 Editado em 07.03.2024, 22:02:35
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

Única mulher entre os onze integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF), a ministra Cármen Lúcia pediu nesta quinta-feira, 7, véspera do Dia Internacional da Mulher, maior igualdade de gênero no Poder Judiciário.

continua após publicidade

"Queremos mais", afirmou a ministra inauguração da exposição montada no STF para relembrar a trajetória de mulheres célebres no Brasil. "A igualdade de gênero que nós buscamos ainda é uma luta inacabada."

Cármen Lúcia foi a segunda mulher a assumir uma cadeira na história do Supremo Tribunal Federal. Além dela, as únicas ministras que passaram pela Corte foram Ellen Gracie e Rosa Weber, ambas aposentadas.

continua após publicidade

A ministra também defendeu que a igualdade de gênero é um valor não realizado da democracia.

"A Justiça é representada por uma mulher, a própria ideia de justiça e de democracia com uma balança é feminina. E, no entanto, nós continuamos em desvalor profissional, social e econômico", afirmou na sessão plenária desta quinta.

Em seu discurso, Cármen Lúcia lembrou o apagamento das mulheres ao longo da história. "Dizem que nós fomos silenciosas historicamente, mentira. Nós fomos silenciadas, mas sempre continuamos falando, embora muitas vezes não sendo ouvidas."

continua após publicidade

Ela ainda chamou atenção para os casos de feminicídio no Brasil e afirmou que as mulheres querem "promover a pacificação."

"Outro sonho que eu tenho é de ainda ver, em vida, que nós sejamos capazes de provar que não somos parecidas aos humanos, que nós somos iguais na dignidade."

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "Cármen, única Mulher no STF: 'Continuamos em desvalor profissional, social e econômico'"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!