Candidato à Prefeitura de Magé, no Rio, é alvo em operação contra a milícia - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Política

Candidato à Prefeitura de Magé, no Rio, é alvo em operação contra a milícia

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Uma operação conjunta do Ministério Público do Rio (MP-RJ) e da Polícia Civil tenta cumprir dez mandados de prisão e 29 de busca e apreensão contra suspeitos de integrar um grupo miliciano em Magé, na Baixada Fluminense. Ao todo, 16 pessoas foram denunciadas, e entre os suspeitos está um candidato a prefeito na cidade.

Segundo o MP-RJ, o grupo criminoso atua de forma setorizada. Contra os acusados há denúncias por homicídios e tortura, furto de combustível e venda ilegal de cigarros, além de práticas ilícitas comuns de milicianos, como a exigência do pagamento de "taxa de segurança" por comerciantes locais, comercialização de cestas básicas, monopólio de venda de gás de cozinha aos moradores e serviço clandestino de TV a cabo.

Em entrevista à TV Globo, o delegado Moyses Santana, da Delegacia de Homicídios da Baixada, afirmou que PM reformado André Antonio Lopes do Nascimento, o Sargento Lopes, que é vereador pelo PSD no município e disputa Prefeitura de Magé, é um dos investigados.

"Detectamos um vínculo forte entre o Sargento Lopes e essa organização criminosa. Ele facilitava a atuação do bando ao não reprimir os crimes", declarou Santana. A reportagem tenta localizar a defesa do candidato. O espaço está aberto para manifestações.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Candidato à Prefeitura de Magé, no Rio, é alvo em operação contra a milícia"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.