Política

Câmara abre sessão para votar cassação da deputada Flordelis (PSD)

Da Redação ·

A Câmara iniciou nesta quarta-feira, 11, a análise final do caso da a deputada Flordelis (PSD-RJ). Em junho, por 16 votos a favor e apenas um contra, o Conselho de Ética aprovou a cassação do mandato da parlamentar e, agora, essa decisão precisa ser votada por todos os deputados da Casa.

continua após publicidade

Flordelis é acusada de ser a mandante do assassinato de seu marido, o pastor Anderson do Carmo, ocorrido em 16 de junho de 2019 na porta da casa onde os dois viviam com os filhos, em Niterói (RJ). O casal havia conquistado notoriedade por ter criado 55 filhos, a maioria adotada.

No Conselho, a maioria foi favorável ao parecer do relator, deputado Alexandre Leite (DEM-SP), para quem Flordelis violou o Código de Ética e Decoro Parlamentar e se contradisse sobre fatos envolvendo o crime. O único voto contra o parecer de Leite foi do deputado Márcio Labre (PSL-RJ).

continua após publicidade

"Quem vai decidir quem matou Anderson não é a Câmara, é o júri, aqui nos atemos às questões éticos disciplinarem que regem o mandato parlamentar", disse Leite no início da sessão desta quarta-feira, 11.