Política

Bolsonaro volta a dizer que pode descumprir decisão do STF sobre marco temporal

Eduardo Gayer e Giordanna Neves (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer nesta terça-feira que pode descumprir eventual decisão do STF a favor da revisão do marco temporal. Descumprir decisão judicial pode configurar crime de responsabilidade passível de impeachment.

continua após publicidade

De acordo com o presidente, se for decidido pela revisão do marco temporal, ele tem duas opções: entregar "as chaves do Brasil" para o STF administrar ou não cumprir a deliberação. "Isso é pesado? Não, é real. Chega de bananas na política brasileira, de demagogos", declarou em participação no Brasil Investment Forum 2022, organizado pela ApexBrasil em São Paulo.

Bolsonaro ainda apontou uma espécie de desequilíbrio nas críticas feitas a ele e ao presidente americano, Joe Biden, com quem teve uma reunião bilateral na semana passada. O chefe do Executivo citou que o líder da Casa Branca disse querer ajudar o Brasil na preservação da Amazônia, mas reconheceu a existência de desmatamento nos Estados Unidos. "Eu não vou falar para ele Biden 'a Califórnia já pegou fogo'. Quando pega fogo em um pedaço do Pantanal, o mundo cai na minha cabeça", reclamou Bolsonaro.