Política

Bolsonaro pode ser submetido a uma cirurgia de emergência

O presidente está com uma inflamação no intestino

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Bolsonaro pode ser submetido a uma cirurgia de emergência
fonte: Reprodução/Paraíba Ja
Bolsonaro pode ser submetido a uma cirurgia de emergência

Na madrugada desta quarta-feira (14), o presidente da República Jair Messias Bolsonaro foi levado para o Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, para fazer exames. A princípio, Bolsonaro sentiu dores abdominais.

continua após publicidade

Entretanto, de acordo com as informações do site Metrópoles, o presidente pode ser submetido a uma cirurgia de emergência, pois está com uma inflamação no intestino. Parte do órgão pode ser retirado. 

O cirurgião Antônio Luiz Macedo, que está a caminho de Brasília, irá decidir se de fato deve haver a cirurgia. Nenhuma decisão será tomada sem que Macedo avalie o presidente.

continua após publicidade

O médico, que é gastroenterologista e especialista em cirurgia robótica, oncológica e laparoscópica de altas complexidades, foi o responsável por outras cirurgias a que Bolsonaro foi submetido em 2019, em decorrência da facada que recebeu na campanha de 2018.

Bolsonaro se queixa de soluços há dias. No último sábado (3), o presidente passou por um procedimento odontológico e desde então apesenta soluços. “Peço desculpas, estou há uma semana com soluço. Talvez eu não consiga me expressar aqui adequadamente durante esta live”, disse o presidente, ao iniciar a transmissão ao vivo nas redes sociais na quinta-feira da semana passada.

Por meio de uma nota, o Palácio do Planalto alegou que o presidente foi para a unidade hospitalar para averiguar a causa dos soluços. Ainda de acordo com a nota, o mandatário deve ficar sob observação por um período de 24 a 48 horas, não necessariamente no HFA. 

Foram canceladas as duas principais agendas que o presidente teria nesta quarta: reunião do comitê de enfrentamento à Covid-19 e encontro entre os presidentes dos poderes Judiciário, Executivo e Legislativo.