Política

Bolsonaro: não existe liberdade para falar sobre urnas eletrônicas no Brasil

Marlla Sabino e Matheus Piovesana (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O presidente Jair Bolsonaro (PL), disse há pouco que não há liberdade para falar sobre urnas eletrônicas no Brasil. Ainda de acordo com ele, não é possível criticar decisões de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

continua após publicidade

"Para falar de Deus você tem que ter liberdade; para falar de urna eletrônica, você não tem liberdade. Para criticar o voto de um ministro do Supremo Tribunal você não tem liberdade, você pode ser preso", afirmou o presidente, durante o ato de unção apostólica do Ministério Restauração, em Manaus.

"Tem algo para mim mais importante que a própria vida: é a liberdade, porque um homem e uma mulher sem liberdade não vivem", disse Bolsonaro. Ele afirmou ainda que sua atuação tem limites, e que se não tivesse, ele seria um ditador.

continua após publicidade

Bolsonaro comentou ainda que fez tudo o que estava ao seu alcance, por meio de decretos ou portarias ministeriais, para liberalizar a venda de armas no País. "Muita arma de fogo está sendo vendida para pessoas de bem no Brasil", disse o presidente. "Coincidentemente ou não, o número de assassinatos por arma de fogo tem diminuído no Brasil."