Política

Bolsonaro ironiza crítica de Mark Ruffalo e diz que 'protege' o Estado de Direito

Davi Medeiros (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O presidente Jair Bolsonaro ironizou uma publicação em que o ator Mark Ruffalo, que interpreta o Hulk nos cinemas, criticava a sua participação na Cúpula das Américas, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Nas redes sociais, o astro de Hollywood "aconselhou" o presidente americano, Joe Biden, a não confiar no mandatário brasileiro: "O homem com quem você está se encontrando hoje não respeita a democracia e ameaça consistentemente dar um golpe", escreveu.

continua após publicidade

Em resposta, Bolsonaro chamou o ator de Mark "Ruffles" e desqualificou o personagem da Marvel. "Estou certo de que você nunca leu a Constituição brasileira, mas eu te garanto que ela não é nada perto das complicadas falas que você tem de decorar no script do Hulk: 'AHGFRR'", publicou o presidente, em inglês.

"Leia e você vai ver que estou não apenas respeitando, mas protegendo o estado de direito do Brasil", completou. Em seguida, comparou a si mesmo com o Capitão América e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com Thanos, vilão emblemático no arco narrativo da série de filmes dos Vingadores, da Marvel.

continua após publicidade

Bolsonaro está em Los Angeles, nos Estados Unidos, onde participa da IX Cúpula das Américas, evento organizado pela Casa Branca para estimular a cooperação entre os países americanos. Ele se encontrou com o presidente Joe Biden nesta quinta-feira, 9, e, hoje, tem agenda com os presidentes da Colômbia, Iván Duque, e do Equador, Guillermo Lasso.

Manifestantes aproveitaram a presença do chefe do Executivo no país para protestar contra o desmatamento e na cobrança por empenho nas buscas pelo desaparecimento de Dom Phillips, jornalista inglês do The Guardian, e do indigenista Bruno Pereira. Caminhões circulam pelas ruas de Los Angeles carregando mensagens como "Onde estão Dom e Bruno?", "Mentiroso na cidade", "Fora Bolsonaro" e "Não confie em Bolsonaro".

O ator Mark Ruffalo tem acompanhado a política brasileira; no âmbito das redes sociais, ele foi uma das principais vozes internacionais na campanha em defesa do voto jovem e já fez diversas publicações sobre o tema.