Política

Bolsonaro fala em 11 novos ministros em 31 de março e acena a Marcos Rogério

Da Redação ·

O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou nesta quinta-feira a troca de 11 ministros em 31 de março em razão das eleições gerais e acenou para a possibilidade de dar um cargo ao senador Marcos Rogério (PL-RO). A data é a limite para a que ocupantes de vários cargos públicos sejam exonerados para disputarem as eleições.

continua após publicidade

"Está previsto no momento que 11 ministros vão disputar eleição. Vamos ter ministérios-tampão. Eu tenho profundo apreço pelo (Marcos) Rogério, a gente pode conversar, mas nada decidido ainda", disse Bolsonaro em Porto Velho, antes de se encontrar com o presidente do Peru, Pedro Castillo.

Da tropa de choque do governo na Comissão Parlamentar de Inquérito da (CPI) da Covid, Marcos Rogério é senador por Rondônia e estava ao lado do presidente no momento da declaração. "Dia 31 de março é grande dia, 11 saem, 11 entram. Da minha parte, só vão ficar sabendo pelo Diário Oficial da União", acrescentou o presidente.