Política

Bolsonaro diz que vai escolher ministros do STJ com perfil do seu eleitorado

Da Redação ·

Depois de emplacar um ministro "terrivelmente evangélico" no Supremo Tribunal Federal, o presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje que vai escolher ministros com perfil do seu eleitorado para o Superior Tribunal de Justiça (STJ). A corte tem duas vagas abertas.

continua após publicidade

Em entrevista à Gazeta do Povo, Bolsonaro também confirmou a escolha ideológica para juízes de tribunais regionais. "Globo diz que vou escolher por critério ideológico. Não, não, vou escolher pessoal do PSOL", ironizou o presidente.

Na área da economia, o chefe do Executivo reiterou que a redução do preço dos combustíveis é algo "natural" para os próximos meses, considerando a queda da cotação do petróleo no exterior, e negou ter informações privilegiadas da Petrobras sobre reajustes da gasolina e do diesel. A empresa é investigada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pelo suposto repasse de informações ao presidente, que no domingo anunciou a baixa no valor dos combustíveis.

continua após publicidade

Bolsonaro também atacou o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), por esclarecer que o ICMS cobrado pelos Estados sobre os combustíveis é uma alíquota que não variou na maioria do País. "Falou que eu era mentiroso. Mentiroso é ele, é um crime que acontece no Brasil todo", disparou Bolsonaro, que costuma dizer que Estados aumentaram a taxação dos combustíveis.

Ainda na entrevista, Bolsonaro disse que, "para o sistema", sua reeleição não é interessante. "Mercado sempre aproveita para fazer algo contra a gente."