Política

Bolsonaro diz que tem alternativa sobre crise do combustível

O presidente disse que o governo federal tem alternativa para contornar a questão

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Bolsonaro diz que tem alternativa sobre crise do combustível
fonte: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, afirmou que o governo federal analisa medidas para evitar que o aumento do preço do barril do petróleo no mercado internacional, que está em alta desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, seja repassado ao consumidor no Brasil. O mandatário fez a alegação na manhã desta segunda-feira (7).

continua após publicidade

De acordo com ele, o país tem alternativa para contornar a questão "de forma bastante responsável" e sem gerar "sobressalto" ao mercado. 

Uma reunião com os ministérios da Economia e de Minas e Energia e com a Petrobras deve ocorrer na tarde desta segunda, em Brasília. O governo avalia novo programa de subsídio aos combustíveis, com validade de três a seis meses para compensar a alta do petróleo.

continua após publicidade

“Aparece a questão do petróleo. É grave, mas dá para resolver, no meu entender. Estamos tomando medidas, porque é algo anormal. O barril do petróleo saiu da casa dos 80 [dólares] para 120 dólares”, disse o presidente em entrevista à Rádio Folha de Roraima.

A proposta do governo federal é estipular um valor fixo de referência para a cotação dos combustíveis e subsidiar a diferença entre esse valor e a cotação internacional do petróleo.

Fonte: Metrópoles.