Política

Bolsonaro diz que faz campanha eleitoral em live 'depois do expediente'

Da Redação ·

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reclamou nesta quinta-feira, 12, de parlamentares e partidos que acionaram a Justiça questionando o uso de transmissões ao vivo nas suas redes sociais para pedir voto para candidatos nas eleições municipais deste ano. Ao se justificar, o chefe do Planalto disse que realiza as lives do Palácio da Alvorada, que é a residência oficial do presidente da República, e, nas suas palavras, faz campanha eleitoral "depois do expediente".

continua após publicidade

No trecho da transmissão reservado pelo mandatário para apresentar candidatos, alguns até em pessoa, e seus materiais de campanha, também apareceram para pedir votos o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu filho, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e o presidente da Embratur, Gilson Machado.

Entre os nomes citados havia postulantes a prefeituras e Câmaras Municipais em capitais como Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Teresina, Manaus, Belo Horizonte e Fortaleza, além de cidades interioranas desses e de outros Estados.

continua após publicidade

Antes de introduzir os nomes de aliados, Bolsonaro afirmou ter aceitação popular pelo que, na sua visão, ele "não fez", alegando que "não roubou, não enganou e não mentiu".