Política

Bolsonaro deseja um "excelente 2022" para todos

Da Redação ·

Para que não fique nenhuma dúvida sobre onde estão os pensamentos do presidente da República, Jair Bolsonaro desejou a todos os brasileiros um "excelente 22" neste sábado, 19, ao concluir a entrevista que concedeu ao seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

continua após publicidade

"Vamos acreditar, o Brasil é um País maravilhoso. (Ano de) 22, né? Eu não estou dizendo que vou vir candidato, mas vou participar da política de 2022. Se vocês continuarem a acreditar em mim, pode ter certeza nós mudaremos o Brasil pelo voto. Pode ter certeza disso, tá ok?", disse Bolsonaro, para logo em seguida concluir: "um abraço para todo mundo, bom Natal, bom fim de ano e um excelente 22 para todos nós."

Durante a conversa com o filho, Bolsonaro criticou a imprensa e países estrangeiros, defendeu torturadores, disparou contra o Congresso e disse que foi eleito "militância de internet, a tia do zap", que "pode tuitar o que bem entender" sobre sua atuação. "Qual a importância da tia do zap, que está todo dia tuitando, todo dia defendendo o governo? E querem calar essas senhoras ou essas pequenas páginas (de internet)?", questionou.

continua após publicidade

Para demonstrar seu "poder" de atração de votos, Bolsonaro chegou a expor o próprio filho Eduardo, dizendo que este só teve "um voto" nas eleições, o de si próprio, porque todos os demais foi o pai que lhe deu.

"Como está a vida de deputado, está feliz? Vamos ver se você está ficando inteligente. Você teve quantos votos nas últimas eleições?", questionou Bolsonaro, ao que Eduardo respondeu: "1.843.735 de votos".

Bolsonaro, então disse: "não aprendeu não. Você teve um voto. O resto foi meu, pô."

continua após publicidade

O pai citou, então, um episódio em que quase dormiu ao volante, durante uma viagem que fazia com o filho, entre o Rio de Janeiro e Ribeirão Preto, em São Paulo. "Não confio em vocês, né. Sou mais eu dormindo do que vocês acordados, disse.

A entrevista gravada foi exibida pelo Youtube, no canal de Eduardo Bolsonaro.