Política

Aziz e Marcos Rogério batem boca sobre novo depoimento de Queiroga à CPI da Covid

Da Redação ·

A data do novo depoimento do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, à CPI da Covid provocou um novo bate-boca na comissão, entre o presidente do colegiado, Omar Aziz (PSD-AM), e o senador governista Marcos Rogério (DEM-RO). Ao ouvir de Aziz que o novo interrogatório do Queiroga será na próxima terça-feira (8), Marcos Rogério questionou a escolha do presidente da CPI e pediu ele "deixasse o ministro trabalhar".

continua após publicidade

"Sabe o que ele estava fazendo ontem? Anunciando a Copa América ao lado do presidente Bolsonaro", rebateu Aziz. "E peça a ele para não mentir dessa vez", continuou o senador.

"Vossa excelência não tem autoridade para dizer que ele estava mentindo", afirmou então Marcos Rogério, que ouviu de Aziz uma reclamação. "O senhor não respeita ninguém, rapaz", disse o presidente da CPI. "Continuamos com a impressão de que não há ministro da Saúde", interveio o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL).

continua após publicidade

Marcos Rogério contestou a escolha de Queiroga depor antes do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), alvo de operação da Polícia Federal nesta quarta-feira (02). Aziz então destacou que, a pedido do colega, adiantou o testemunho do governador para a próxima semana, no dia 10. Antes, Lima iria falar à CPI no dia 29 de junho.