Política

Áudio aponta troca de favores entre Alcolumbre e Pinheiro

Na gravação, ele combina com uma mulher a forma de pagar um salário sem que ela precisasse trabalhar

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Áudio aponta troca de favores entre Alcolumbre e Pinheiro
fonte: Senado/Metrópoles
Áudio aponta troca de favores entre Alcolumbre e Pinheiro

Áudio obtido pela revista Veja e divulgado nesta sexta-feira (8), indica que o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), ex-presidente do Senado Federal, teria trocado favores com o desembargador do Tribunal de Justiça do Amapá (TJ-AP), Gilberto Pinheiro, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP).

continua após publicidade

Durante a gravação, ele combina com uma mulher a melhor forma de pagar um salário sem que ela precisasse trabalhar. Na época, o parlamentar era deputado federal. O dinheiro seria debitado de verbas que o então deputado Alcolumbre recebia da Câmara. A conversa que teria acontecido em 2013, quando Alcolumbre ainda era um político desconhecido no cenário nacional.

A mulher, Tatielle Pereira, seria amante de um amigo de Alcolumbre, o desembargador Gilberto Pinheiro, do Tribunal de Justiça do Amapá (TJ-­AP). O então deputado estava supostamente fazendo um favor ao amigo: o parlamentar pagaria o salário de Tatielle e Pinheiro contrataria a esposa do congressista, Liana Gonçalves de Andrade.

continua após publicidade

A conversa informal foi gravada quando Tatielle e Alcolumbre se encontraram para acertar os detalhes da transação. O congressista se compromete a pagar uma mesada à ex-funcionária do TJ durante dois anos, incluindo férias e décimo terceiro. 

Com informações do Metrópoles. 

Ouça o áudio divulgado na íntegra:

 Áudio aponta troca de favores entre Alcolumbre e Pinheiro - Áudio por: Reprodução