Após eleição indireta, prefeito assume mandato de 83 dias em Lins (SP) - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Política

Após eleição indireta, prefeito assume mandato de 83 dias em Lins (SP)

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Eleito de forma indireta pelos vereadores, Akio Matsuura, do PSDB, assume neste sábado, 10, a prefeitura de Lins, no interior de São Paulo, para um mandato-tampão de 83 dias. Ele venceu por um voto de diferença as eleições realizadas na noite desta sexta-feira (9) na Câmara Municipal, sem a presença de público devido à pandemia da covid-19. É a primeira vez na história política recente do Estado, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que São Paulo tem uma eleição indireta.

Os 15 vereadores compareceram para votar. Oito deles votaram na chapa de Matsuura, com o vice Damião de Souza (PL) - vereador, Souza acabou decidindo a eleição ao votar em sua própria chapa. O segundo colocado, Neto Danzi, do Solidariedade, com o vice Dr. Marino, do MDB, recebeu sete votos. Danzi também é vereador e votou nele mesmo. A terceira chapa concorrente, com Osvaldir Spadim, do Patriotas, para prefeito e Milton Torres, do mesmo partido, para vice, não teve nenhum voto.

A realização do pleito indireto não afeta as eleições municipais do calendário oficial, no dia 15 de novembro, que elegerá prefeito, vice e vereadores para o próximo quadriênio. Com 78,5 mil habitantes, Lins terá eleição de turno único. Dos seis candidatos às eleições indiretas, cinco voltam a concorrer no pleito direto. Neto Danzi e Osvaldir Spadim são candidatos a prefeito, enquanto Milton Torres e Dr. Marino concorrem para vice. Já Damião Souza disputa um novo mandato de vereador.

As eleições indiretas foram definidas após a cassação do ex-prefeito Edgar de Souza e do vice Carlos Alberto Daher, ambos do PSDB, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A lei eleitoral permite essa forma de eleição quando os cargos ficam vagos a menos de seis meses do término do mandato. Os dois políticos foram condenados à perda das funções por terem realizado propaganda eleitoral de forma irregular. Conforme a defesa do ex-prefeito, ainda há recurso pendente de julgamento no TSE.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Após eleição indireta, prefeito assume mandato de 83 dias em Lins (SP)"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.