MAIS LIDAS
VER TODOS

Política

Alckmin manda bilhete a Rui Costa e pede 'mais entusiasmo' na apresentação de ações do governo

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, pediu para que o ministro da Casa Civil, Rui Costa, tenha "mais entusiasmo" ao fazer a apresentação dos resultados do primeiro ano de governo. O

Sofia Aguiar e Matheus de Souza (via Agência Estado)

·
Escrito por Sofia Aguiar e Matheus de Souza (via Agência Estado)
Publicado em 18.03.2024, 11:09:00 Editado em 18.03.2024, 11:14:05
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, pediu para que o ministro da Casa Civil, Rui Costa, tenha "mais entusiasmo" ao fazer a apresentação dos resultados do primeiro ano de governo. O chefe da Casa Civil faz, na manhã desta segunda-feira, 18,, a divulgação do balanço da gestão em reunião ministerial nas áreas da educação, saúde, agricultura, segurança e meio ambiente.

continua após publicidade

"O presidente está pedindo para que eu fale com mais entusiasmo aqui", disse Rui Costa, interrompendo sua apresentação de Power Point. Nesse momento, ministros afirmaram que o pedido não foi de Lula, mas, sim, de Alckmin. "Ah, foi o Alckmin que pediu para que eu fale com mais entusiasmo aqui", corrigiu. O recado foi dado ao chefe da Casa Civil por meio de um bilhete.

Rui Costa dividiu a apresentação dos resultados do primeiro ano de governo em seis eixos. Na área voltada ao balanço dos investimentos, o ministro disse que, em 2024, deverá ser registrado o maior investimento com o setor privado da série histórica brasileira.

continua após publicidade

A apresentação do ministro é dividida nas áreas 'Cuidando das Pessoas', 'Cuidando das Cidades, do Campo e do Meio Ambiente', 'Cuidando da Economia', 'Cuidando dos Investimentos', 'Cuidando do Pacto Federativo, do Diálogo e da Democracia' e 'Política Externa Ativa e Altiva'.

Reuniões ministeriais são tidas como "freios de arrumação" para o presidente alinhar seus ministros em torno dos discursos e prioridades da gestão. Os 38 ministros são convocados, e outras autoridades como líderes do governo no Legislativo também costumam participar. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, por exemplo, desmarcou a viagem que faria à Alemanha a partir de ontem para participar da reunião.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "Alckmin manda bilhete a Rui Costa e pede 'mais entusiasmo' na apresentação de ações do governo"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!