Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Política

General elogia Ustra e endossa Bolsonaro

.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em discurso de despedida do Exército nesta quarta (28), o general do Exército Antonio Hamilton Mourão chamou de herói o coronel Carlos Brilhante Ustra, morto em 2015, que foi chefe do DOI-Codi paulista, órgão de repressão da ditadura.

Agora na reserva, Mourão tem histórico de declarações públicas com sugestão de golpe militar e críticas ao presidente Michel Temer. Antes, havia atacado o governo Dilma Rousseff.

Indagado pela reportagem sobre a menção a Ustra, Mourão disse que ele foi seu comandante, "combateu o terrorismo e a guerrilha, por isso ele é um herói".

Popular entre entusiastas da tomada do poder pelos militares, o general afirmou que, agora fora da ativa, será candidato a presidente do Clube Militar e vai trabalhar pela candidatura presidencial de Jair Bolsonaro.

Mourão disse que o "regime que nós vivemos" é frágil, "onde a moral e as virtudes foram enxovalhadas". "Se não mudarmos a moral do nosso regime, o nosso país não vai ter futuro", afirmou.

O general disse que o Poder Judiciário deveria "expurgar da vida pública aquelas pessoas que não têm condições de participar". Questionado se ele incluiria Temer nesse cenário, Mourão respondeu que sim.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber