Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Após críticas, ex-ministra desiste de viajar à Suíça

.

GUSTAVO URIBE

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A ex-ministra dos Direitos Humanos Luislinda Valois enviou carta nesta quarta-feira (21) à Casa Civil da Presidência desistindo de viagem que faria no sábado (24) para a Suíça.

Mesmo tendo sido exonerada do cargo na segunda-feira (19), o presidente Michel Temer a designou para representar o país na 37ª Sessão do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas, em Genebra.

Os custos seriam todos pagos pelos cofres públicos. Agora, o Ministério dos Direitos Humanos ainda não definiu se ainda enviará alguém para o encontro oficial.

Segundo a reportagem apurou, Temer atendera a pedido de Luislinda que, mesmo depois de ter sido exonerada, argumentou que deveria participar da viagem porque já estava em tratativas avançadas para a reunião.

Com a repercussão negativa de sua presença no encontro durante esta quarta-feira (21), ela acabou recuando e abrindo mão do compromisso.

Como ministra, Luislinda causou mais de uma vez desconforto ao presidente. No ano passado, ela solicitou o pagamento de pelo menos R$ 300 mil -abatidos pelo teto constitucional.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber