Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Dirceu se torna réu pela terceira vez na Lava Jato

.

GÉSSICA BRANDINO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-ministro José Dirceu (PT) se tornou réu pela terceira vez na Operação Lava Jato. O juiz federal Sergio Moro aceitou nesta terça-feira (20) denúncia que investiga a suspeita de corrupção em contratos da Petrobras com as empresas "‹Engevix Engenharia e UTC Engenharia. Segundo o Ministério Público Federal, houve simulação na contratação da empresa Entrelinhas Comunicação Ltda. pela Engevix para efetuar pagamento de R$ 900 mil a Dirceu.

A denúncia também aponta suposto pagamento indevido feito pela UTC à JD Assessoria, empresa de Dirceu. Segundo a acusação, de fevereiro de 2013 a outubro de 2014, aditivos ao contrato de prestação de serviços foram utilizados para repassar cerca de R$ 1,5 milhão a Dirceu, sem que houvesse efetiva prestação de serviços.

Segundo a Procuradoria, os pagamentos tanto da Engevix como da UTC eram repasses de acertos de corrupção em contratos das empresas com a Petrobras.

Moro afirma ainda que em relação aos pagamentos da UTC à JD Assessoria há prova documental de que foram feitos mesmo quando José Dirceu já estava condenado criminalmente na ação penal 470, conhecida como mensalão. Ao aceitar a denúncia, o juiz suspendeu o processo por um ano para tratar de ações penais de pessoas ainda não julgadas pela Justiça.

OUTRO LADO

O advogado de Dirceu, Roberto Podval, afirmou que o fato de Moro suspender o processo demonstra no mínimo a falta de necessidade ou importância de apurar os fatos neste momento. Em relação à denúncia, a defesa disse que não foi comunicada oficialmente e não teria o que dizer.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber