Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Governo Temer restringe uso de carros oficiais por servidores

.

GUSTAVO URIBE

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Michel Temer assinou decreto nesta quinta-feira (15) que restringiu a utilização de veículo oficial a servidores públicos.

A partir de agora, só terão direito ao benefício ministros e cargos de natureza especial, como dirigentes de autarquias e secretários nacionais.

A medida, elaborada pela Casa Civil e pelo Planejamento, será publicada na edição desta sexta-feira (16) do "Diário Oficial da União".

Os demais servidores públicos do primeiro escalão, que antes tinham direito à solicitação do veículo, terão de pedir táxi, que será reembolsável pela máquina pública.

A iniciativa é mais uma tentativa do presidente de economia de recursos. Na semana passada, ele assinou decreto que determinou que autoridades do Poder Executivo utilizem a classe econômica em viagens aéreas ao exterior.

Pela medida, caso ministros e secretários queiram fazer deslocamentos em classe executiva, terão de pagar a diferença com recursos próprios.

A proposta inicial, elaborada pelo Ministério do Planejamento, previa a compra da classe executiva para autoridades com 65 anos ou mais e em viagens de mais de oito horas.

A Casa Civil, contudo, com a permissão do presidente, aumentou a restrição, evitando criar brechas para a compra de passagens.

O decreto se tornou necessário depois que o presidente vetou na lei do Orçamento de 2018 as regras que permitiam gastos com bilhetes em executiva e primeira classe.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber